On 9 de nov de 2009 0 comentários

Lista que mostra os lugares onde ocorre o maior numero de suicídios




1º) Aokigahara, próximo ao Monte Fuji, no Japão

Não existe um número oficial porque são incontáveis os casos de suicídio em Aokigahara, a floresta que fica ao pé do Monte Fuji. O lugar tem cavernas que ficam cheias de gelo mesmo durante o verão e, reza a lenda, é assombrado por criaturas do além.
Anualmente, cerca de 70 pessoas vão para Akigahara e nunca mais voltam. A forma preferida pelos freqüentadores do lugar é o enforcamento.
A fama do lugar não é de hoje. Há registros de que, por volta de 1830, quando o Japão passava por uma crise, as famílias de camponeses famintos abandonavam bebês e idosos inválidos no bosque, diminuindo número de bocas para alimentar.
A gente já publicou uma matéria falando sobre Aokigahara, que você pode ver aqui.


2º) Ponte Golden Gate, em San Francisco, na Califórnia (EUA)

Mais de 1.500 suicídios registrados e média de 30 casos anuais

A Golden Gate é a maior ponte de suspensão em todo mundo e foi inaugurada em 1937. É o símbolo de San Francisco e da Califórnia, reconhecido internacionalmente. A Golden Gate é tida como um ponto de suicídio por motivos que vão além da imaginação. Pessoas viajam quilômetros para pular ali, chegam de ônibus, de táxi e ou abandonam carros alugados em estacionamentos próximos. A Golden Gate não tem barreiras contra suicídio e suspeita-se que a taxa de mortes por ali seja muito maior que se imagina. Quem pula de lá tem 98% de chances de morrer na queda. Caso isso não aconteça, a pessoa acaba morrendo por hipotermia (a temperatura da água é em torno de 5º C) ou é arrastada para o mar e ninguém nunca mais sabe dela.

3º) Cataratas do Niágara, fronteira entre Ontário, no Canadá, e Nova York, nos Estados Unidos.

O registro de mortes é de 2.780, mas este é um número relativo porque tem gente que se mata lá e ninguém nunca descobre o corpo.

O desenho clássico do Pica Pau, em que ele quer descer as cataratas com um barril , não tem? Não que as pessoas façam isso, mas os guardas que trabalham llá têm que ficar ligados o tempo todo com pessoas que pareçam propensas ao suicídio. O curioso é que Niágara atrai mulheres. Entre os casos de suicídio, 59% são homens e 41% são mulheres. Em geral, o índice de suicídio entre as mulheres nunca passa de 24%.

4º) Beachy Head, em East Sussex, na Inglaterra

Registros de 500 suicídios – aproximadamente 20 por ano

Beachy Head é um penhasco que existe na costa sul da Inglaterra, perto de Eastbourne e tem 162 metros de altura. Lá jpa aconteceram coisas tenebrosas. Houve uma vez, por exemplo, em que a Guarda Costeira estava sofrendo para resgatar um suposto suicida e quase foi atingida por um veículo – o motorista se jogou do penhasco com carro e tudo.

5º) Ponte Clifton, em Bristol, na Inglaterra

Mais de 1000 suicídios registrados

A ponte Clifton foi construída em 1864, e liga Bristol e Somerset, na Inglaterra. Apesar n da marca assustadora de mais de mil suicídios já registrados, a ponte também construiu barreiras contra suicidas. Um registro curioso no histórico da ponte Clifton é o de uma mulher de 22 anos, chamada Sarah Ann Henley, que sobreviveu à queda porque seu vestido inflou e funcionou como para quedas. Depois disso, ela não pensou mais bobagem e viveu até os oitenta anos.


6º) Viaduto Prince Edward, em Toronto, no Canadá

Mais de 400 já registrados e, desde 2003, não houve mais nenhum, por causa da instalação de uma barreira que é chamada de “Véu Luminoso”.

O viaduto já foi pior. Segundo um boletim de 1997, a coisa era tão feia que, a cada 22 dias, uma pessoa se matava pulando de lá. A reputação de atrair suicidas foi se espalhando e, antes que isso alcançasse proporções mais trágicas, a cidade construiu uma barreira na ponte, o chamado “Véu Luminoso” e, depois disso, a taxa de gente pulando de lá de cima caiu pra zero.


7º) Ponte Coronado, em San Diego, Califórnia (EUA)

Mais de 200 suicídios registrados

A ponte que atravessa a baía de San Diego, ligando San Diego a Coronado é a terceira mais perigosa nos Estados Unidos – entre 1972 e 2000 foram cerca de 200 suicídios que aconteceram pro lá.

8º) Torrei Eiffel, em Paris, França

Entre 350 e 400 suicídios registrados

A torre que leva o nome do engenheiro que a construiu, Gustave Eifffel, tem 325 metros de altura é a construção mais alta de paris. Ficou pronta em 1889 e é o monumento mais visitado do mundo – pelo menos entre aqueles em que se paga pela visita.
O primeiro suicida a usar a torre não pulou – ele se enforcou em uma das vigas. A polícia e a mídia afirmam que, nas 369 tentativas de suicídio registradas, uma delas é memorável – uma mulher que pulou do primeiro andar, não morreu porque caiu em cima de um carro e, mais tarde, acabou se casando com o dono do carro, que conheceu ao tentar se matar. Isso sim é começar uma nova vida.

9º) Ponte Aurora, em Seattle, nos Estados Unidos

Mais de 230 suicídios registrados

A Aurora foi inaugurada em 1932 e, em 1982, foi incluída no registro de lugares históricos dos Estados Unidos. Antes mesmo de ser aberta ao público, em fevereiro, ela já havia sido palco de suicídio. Um vendedor de sapatos pulou de lá, em janeiro, antes mesmo que a ponte estivesse terminada.

10º) Ponte Jacques Cartier , em Montreal – Canadá

143 suicídios registrados

A ponte foi inaugurada em 1930, sobre o rio Saint Lawrence e é a segunda ponte mais movimentada no Canadá, recebendo anualmente um movimento de mais de 35 milhões de veículos. Em 2004, foram instaladas barreiras contra suicidas. Antes disso, a cada ano, a ponte registrava 10 suicídios

Fonte : R7

0 comentários:

Postar um comentário

Leia as regras antes de comentar:

1. Já existe um campo reservado para você colocar o link do seu site/blog. Comentários com qualquer tipo de links são deletados.

2. É terminantemente proibido o uso de Palavrões!

3. Lembre-se: Esse blog foi criado com o intuito de divertir a todos. O fazemos sem cobrar nada a ninguém. Sugestões e Críticas CONSTRUTIVAS serão sempre bem-vindas.